COETRAE/PA realiza reunião com a participação de representantes da UNODC


Ontem (10/01), às 14h30, membros da Comissão para a Erradicação do Trabalho Escravo, do Pará (COETRAE/PA), se reuniram na sede da SEJUDH, em Belém. Na pauta, a visita de representantes do Escritório sobre Drogas e Crime da ONU (UNODC) para apresentar projeto sobre a prevalência do trabalho escravo no setor de mineração no Pará e ainda as duas principais ações do Plano Estadual: municipalização e a criação do Funtrad.

O presidente da AMATRA 8, o juiz Jônatas Andrade foi um dos participantes da reunião que debateu a municipalização especialmente no oeste paraense, começando pelo município de Santarém e ainda a criação do Fundo de Trabalho Digno. As duas ações devem receber o apoio do escritório da ONU. O Projeto encabeçado pela UNODC deve ser apresentado em sua forma plena na reunião ordinária da Comissão, no próximo mês.

Para Igor Richwin Ferreira, representante da UNODC, a reunião foi excelente. “Discussão técnica de alta qualidade e pudemos colher insumos importantes para auxiliar a nossa atuação no Estado do Pará. Acreditamos que será uma próspera relação entre COETRAE/AMATRA e o UNODC. Estamos esperançosos de que ambas instituições e o estado poderão se beneficiar da parceria”, comentou.

Estiveram presentes na reunião também, a representante da ONG SóDireitos, Angélica Gonçalves, Jeannete Gomes e Elayne Romário, representando a Secretaria Estadual de Direitos Humanos e a senhora Daya Almeida, também da UNODC.


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo